Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Jose Paulo
No comando: BOM DIA CIDADE

Das 5:00 as 8:00

DIVINO AUGUSTO
No comando: LIGUE SUCESSO

Das 9:00 as 11:30

zona-livre
No comando: ZONA LIVRE

Das 12:00 as 16:00

No comando: JORNAL DA CIDADE

Das 13:00 as 13:30

No comando: RADIO SHOW

Das 13:00 as 15:00

OTAVIANO BREDER
No comando: NÓIS NA FITA

Das 16:00 as 18:00

Quadrilha é presa por fraudar show de prêmios beneficente em Simonésia; prejuízo chega a R$ 30 mil

Compartilhe:
65657549_2334755450076443_3288536401326374912_n

Quadrilha é presa por fraudar show de prêmios beneficente em Simonésia; prejuízo chega a R$ 30 mil

Cinco pessoas foram presas suspeitas de estelionato em Simonésia, durante um patrulhamento de rotina com vendedores de bingo da região.

Segundo informações da Polícia Militar, durante o patrulhamento, alguns vendedores denunciaram que um homem, de 47 anos, estaria vendendo cartelas já sorteadas em Martins Soares, Lajinha e Simonésia.

Os policiais conseguiram interceptar o supeito, que foi reconhecido pelos organizadores do show de prêmios, que afirmaram à polícia que o suspeito pegou várias cartelas de bingo e sumiu com o dinheiro. Ao todo, os organizadores disseram que tiveram um prejuízo de aproximadamente R$ 30 mil.

65657549_2334755450076443_3288536401326374912_n

A polícia ainda prendeu mais quatro pessoas, de 70, 25, 26 e 41 anos, que estavam envolvidas no esquema. Eles foram abordados no trevo da cidade de Simonésia enquanto faziam a venda das cartelas.Quando interrogados, os cinco suspeitos entraram em contradição diversas vezes, segundo a polícia; o autor de 47 anos ainda havia apresentado nome falso.

Com os cinco a polícia apreendeu 61 cartelas, R$ 4.700, e um documento de identidade com indícios de adulteração.“Agora o objetivo da investigação é encontrar mais pessoas que possam estar envolvidas nesse esquema. Os cinco autores que já estão presos e vão responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e formação de quadrilha”, explicou o tenente Eledylson.

Deixe seu comentário: